Biblioteca Viva

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Todo o tempo é de poesia

Como sabes, está a decorrer, até ao dia 28 de fevereiro, o concurso «Há Poesia na Escola», este ano subordinado ao tema “A Liberdade”.
Porque «Todo o tempo é de poesia / desde a névoa da manhã / à névoa do outro dia», como António Gedeão nos ensina, deixamos hoje aqui este belo texto:


À DESCOBERTA DO AMOR

Ensaia um sorriso
e oferece-o a quem não teve nenhum.
Agarra um raio de sol
e desprende-o onde houver noite.
Descobre uma nascente
e nela limpa quem vive na lama.
Toma uma lágrima
e pousa-a em quem nunca chorou.
Ganha coragem
e dá-a a quem não sabe lutar.
Inventa a vida
e conta-a a quem nada compreende.
Enche-te de esperança
e vive a sua luz.
Enriquece-te de bondade
e oferece-a a quem não sabe dar.
Vive com amor
e fá-lo conhecer ao Mundo.
                   
Mahatma Gandhi
 

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

QUANDO «LER» RIMA COM «DEVER» E «PRAZER»


Não há dúvida de que, na nossa Biblioteca, «ler» rima com «dever» e também com «prazer».
Ao longo do mês de Janeiro, foram registadas mais de 270 requisições  para leitura domiciliária e em sala de aula.

É também isto que faz da nossa uma BIBLIOTECA FELIZ!