Biblioteca Viva

quinta-feira, 23 de novembro de 2017



O inverno

Chegou o inverno. Sinto a sua chegada dentro de mim. Lá fora, as árvores devem sentir o mesmo. As suas bonitas folhas, enregeladas, caem formando um manto colorido sobre a geada da manhã. Gosto do inverno, de ouvir a chuva a cair e a formar poças de água, de estar em casa à lareira a comer castanhas. É reconfortante.
Apesar do frio, a árvore não cedeu! A minha árvore que plantei há muito tempo, num jardim ainda despido. Lembro-me de quando era mais nova me encostar a ela. Era como se me abraçasse e me envolvesse no seu tronco rígido mas acolhedor. Estendia para mim uma cama fofa de folhas coloridas, vermelhas, amarelas, castanhas... Podia passar lá horas e horas, envolvida pelo silêncio. Costumava ler-lhe histórias e falar com ela, pois, na minha inocência, acreditava que os seus frutos ficariam mais doces e as suas flores mais belas.
Agora sinto que ela também está mais velha, que as folhas já não brilham tanto, que o seu tronco já não se molda em mim. Apesar disso, continuo a sentir a sua presença e a acreditar que vai sempre ser assim! 
A.M.P., 9.º A

Sem comentários:

Enviar um comentário